Tiffany estreia novas peças trazidas para coleção icônica

Grife reinterpreta joias cujo design remonta a 1969

Por Débora Rodrigues

Quem está familiarizado com os designs de joias da Tiffany & Co provavelmente conhece a coleção Return to Tiffany que foi lançada há alguns anos pela marca e até hoje faze sucesso mundial. Com origens que remontam a um design de 1969, quando a joalheria lançou apenas um chaveiro, a coleção cresceu desde então, incluindo colares, pulseiras, brincos e muito mais – cada uma com a icônica mensagem “Por favor, devolva à Tiffany & Co. New York”.

Para 2019, o design foi reinterpretado graças a Reed Krakoff, atual diretor artístico da Tiffany & Co, fazendo referência à natureza que foi destacada em 2018 com a coleção Tiffany Paper Flowers, mas tem sido estratégica para a marca desde o seu início.

“Com o retorno à Tiffany Love Bugs, criamos uma nova faceta de uma coleção icônica que começa em um lugar familiar, mas acaba em um mundo mais amplo”, disse Krakoff em um comunicado lançado com a promoção da nova coleção. “Essa coleção de joias é mais ampla que a original Return to Tiffany em seu visual, em seus materiais e em sua atitude.”

A coleção, que foi lançada nas butiques em 15 de abril, é inspirada em um “jardim urbano” e apresenta flores, borboletas, pássaros e muito mais, em uma mistura de ouro amarelo, rosa e branco e prata de lei. Os pingentes variados, broches, anéis e joias finas também são pontuados com pedras coloridas, como ametista, topázio e quartzo verde – assim como diamantes.

As joias finas estão se tornando populares. Nessa nova coleção, o destaque é a pulseira em prata esterlina e ouro de 18 quilates. A peça é simples o suficiente para ser facilmente usada sozinha ou com uma pilha de braceletes. Coisas que só a Tiffany pode sugerir sem perder o luxo e o glamour da marca.

 

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado