3 dicas para vender mais no seu varejo – mesmo na crise

Confira como se preparar para conquistar os clientes pela internet 

Por Marcelo Pimenta

O varejo físico tradicional morreu desde que a crise do coronavírus começou. E junto com ele a forma dos seus clientes comprarem de você. Cada vez mais pessoas perdem o medo de comprar online. E conforme o tempo de isolamento social aumenta, este comportamento de compra se torna o novo normal no dia a dia de todo mundo que está em casa por causa do isolamento social.

Compras rápidas a um clique de distância; facilidade de pesquisa de preço em outras concorrentes, entregas em casa de forma rápida e prática. Por todas essas comodidades, o varejo online tem tudo para se tornar a nova preferência do seu cliente para a maioria das compras de produtos e serviços. Então, mais do que nunca, as lojas físicas precisam evoluir nesta crise para sobreviver.

Uma pesquisa realizada pela PSFK, empresa que examina tendências de mercado e comportamentos do consumidor, mostrou que 76 por cento dos consumidores estão priorizando experiências, entretenimento e bem-estar ao invés de produtos na hora da compra. Isso significa que pela primeira vez na história os varejistas de serviços irão ultrapassar os varejistas de produtos pela preferência do consumidor.

Aqui estão 3 dicas que podem ajudar o seu negócio a se preparar para o novo perfil dos seus clientes:

Novidades on Demand: faça parceria com empresas e marcas para ajudar seus clientes e testar novos produtos através de consultas personalizadas. Se o seu cliente foi comprar um produto direto com você, quais empresas parceiras podem fornecer serviços que complementam a experiência do seu cliente? Por exemplo: se você tem clientes que compram itens de maquiagem, porque você não oferece um serviço onde você indica ele cliente a salões especializados ou que oferecem cursos de maquiagem com um cupom de desconto?

Comunidades de clientes: para se sentir conectado a uma marca, a PSFK descobriu que 58 por cento dos consumidores acham importante se conectar a outros clientes com as mesmas preferências que eles. Muitas varejistas estão criando espaços virtuais para consumidores receberem conselhos e tirarem dúvidas com outros clientes que compraram o mesmo produto ou serviço que eles querem – tornando a comunidade praticamente um grupo gratuito de vendedores e consultores do seu produto.

Serviços VIP: comece a premiar os clientes fiéis da sua marca oferecendo serviços e produtos exclusivos a ele. Isso não só fideliza seus clientes mais compradores como inspira os fãs da marca a alcançarem status semelhantes. Por exemplo, serviços como a Amazon Prime premia seus consumidores mais fiéis a terem um serviço de streaming, frete grátis, promoções exclusivas entre outros serviços por um valor de assinatura extremamente baixo.

Fonte: StartSe

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado