3D chega ao varejo de joias

A tecnologia é alternativa para atrair clientes para as lojas

Débora Rodrigues

Numa época em que os consumidores têm mais contato com a tecnologia do que nunca e os joalheiros que têm lojas on-line, é hora de investir em novos métodos para levar os clientes até as lojas físicas. A tecnologia 3D é uma alternativa que pode ajudar os varejistas a atrair clientes para suas lojas.

Embora na indústria joalheira o 3D por anos venha sendo usado para melhorar os produtos, o comércio varejista de joias só recentemente começou a aproveitar os benefícios que a tecnologia oferece. Nos Estados Unidos, já é possível criar protótipos de novos designers de joias em poucas horas.

Recentemente, a Desktop Metal, uma empresa de impressão 3-D, fez uma parceria com o designer Christian Tse para criar o Studio System, uma nova tecnologia de impressão 3-D para a indústria de jóias que permite que joalheiros produzam jóias personalizadas, ferramentas e moldes de metal altamente detalhados internamente. Atualmente, a impressão é feita em aço inoxidável e já está em desenvolvimento uma tecnologia própria para metais preciosos.

“Isso coloca todo o processo de produção literalmente nas mãos do designer”, diz Christian Tse. “E o processamento em lote facilitará tempos de resposta mais rápidos para os pedidos, permitindo que os varejistas parceiros excedam as expectativas de seus clientes”.

Já a Sarine Technologies, que fabrica equipamentos para a indústria de diamantes, está oferecendo modelagem tridimensional de pedras brutas. O 3D-Origin, que a empresa lançou nesse ano, é um complemento do relatório Sarine Diamond Journey. Ele consegue criar uma réplica do diamante bruto a partir do qual um polido é formado. A ideia é proporcionar ao cliente de jóias com diamantes polidos uma conexão tátil à pedra bruta original.

“A indústria de diamantes e joias está apenas descobrindo as incríveis oportunidades criadas pela tecnologia para o ambiente de varejo moderno”, explicou o CEO da Sarine, David Block. De acordo com ele, esse não é apenas como um meio de atrair clientes, mas também para engajar os corações e mentes dos clientes através da narrativa digital do processo singularmente complexo de polir um diamante.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado