As principais inovações de sustentabilidade no setor joalheiro

Sustentabilidade e diversidade, as novas demandas do mercado que as joalherias precisam estar atentas 

Por Clara Lemos

Foto: Pexels

O setor joalheiro está em constante transformação, pois precisa se adequar às necessidades dos novos consumidores. Hoje o perfil dos amantes de joias é outro, composto por mulheres independentes, jovens preocupados com causas ambientais e diversidade. Por isso a adaptação é necessária. Nomes como Harry Styles demonstram que a fluidez de gênero precisa estar no radar das joalherias, como demais inovações.

A sustentabilidade é outra pauta bastante debatida no mundo das joias, que está de olho em certificações importantes como a Responsible Jewelry Council (RJC), que dita os padrões de direitos humanos, impacto socioambiental e ética na produção de joias, com grandes marcas como membros, como Cartier e Tiffany. Outras técnicas utilizadas na joalheria sustentável são o rastreamento de diamantes e o ouro reciclado.

Além disso, o blockchain é a novidade do ramo, que usa a tecnologia para rastrear e garantir a procedência de cada material que compõe uma joia e todo o percurso feito por ela até chegar ao consumidor final, o que aumenta a confiança das novas gerações em adquirir joias. A Bulgari está investindo em seu próprio sistema de blockchain, a Aura, que promete revolucionar a joalheria sustentável.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado