Como reagir a calúnias e ameaças sofridas no meio virtual

Não revidar as provocações e buscar ajuda jurídica estão entre as estratégias

Cabelo ruivo foto criado por cookie_studio – br.freepik.com

Calúnias, ameaças, injúrias, difamação, esses são alguns dos principais crimes cometidos de forma on-line, contra a honra. De acordo com a advogada e consultora jurídica Dra. Lorrana Gomes, qualquer tipo de crime é penalizado, através das legislações específicas penais ou do Código Penal, independente da forma como for praticado.

“O fato de o agressor praticar esses crimes por trás de uma tela, causa a sensação de impunidade. Coragem de usar palavras ofensivas, que talvez não usaria de forma presencial”, destaca Dra. Lorrana.

A advogada alerta que é importante à vítima não revidar as provocações, pois caso faça cometerá o mesmo erro do agressor. “É necessário tomar certo cuidado em relação à resposta, pois isso pode se voltar contra a vítima, gerando inclusive uma ação inversa do agressor contra o agredido, justamente por causa dessa revidação”, explica.

Ao ser vítima desses ataques cibernéticos, é fundamental que procure orientação de um profissional jurídico para saber como responder de forma adequada e, posteriormente, entrar com uma ação judicial de reparação moral.

“As pessoas que praticam esses crimes precisam ser penalizadas em esfera criminal, pois isso não pode simplesmente ficar impune. Essa impunidade é que estimula essas agressões de forma on-line continuar a serem repetidas. O indivíduo que se sentir violado tem o total direito de resposta e de questionar por meio de uma ação judicial a violação desses direitos”, finaliza.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado