Diamante de 552 quilates é encontrado na América do Norte

O seu tamanho é de um ovo

Gabriel Moura

O mundo das gemas comemora a descoberta de mais um diamante espetacular. A gema 552 quilates foi encontrada em outubro na mina de Diavik, situada ao norte do Canadá, mas somente agora foi divulgado à imprensa. Segundo os especialistas, esse é o maior diamante já encontrado na América do Norte. O seu tamanho é de um ovo de 33,74mm x 54,56mm, três vezes maior que a maior pedra encontrada no Canadá, fato que garantiu à pedra o sétimo lugar entre os maiores diamantes deste século.

A preciosidade foi descoberta pela empresa mineira Dominion Diamond Mines e o grupo Rio Tinto.  A mina de Diavik produz diamantes de alta qualidade, mas não é habitual encontrar-se gemas de grande dimensão. Segundo Shane Durgin, presidente executivo da Dominion, a gema pode ser rotulada como uma pedra luxuosa amarela, mas “é muito difícil fazer uma estimativa aproximada” do seu valor, conforme explicou. “Tudo depende do corte e do resultado final da gema”.   

O maior diamante já encontrado continua sendo o imbatível Cullinan, com seus 3.106 quilates de extremo brilho e beleza. A pedra foi cortada em várias gemas, a maior delas é a Grande Estrela da África que integra as joias da Coroa Britânica. Ainda assim, essa descoberta chega em boa hora para a Dominion, que celebra a chegada de mais uma gema histórica.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado