Joias de platina conquistam mulheres modernas

O metal já é visto no cenário mundial como representante do novo desejo feminino

Por Gabriel Moura

As consumidoras modernas estão reconhecendo seus desejos através de joias de platina, afirmou a Platinum Guild International (PGI). As mudanças sucessivas na sociedade global e nas culturas regionais estão resultando em novos desejos e formas de auto-expressão entre as mulheres. “Estamos vendo que a platina – com sua natureza duradoura e de alta qualidade e autenticidade naturalmente branca – é o metal precioso de escolha para o consumidor feminino moderno em diversas regiões do mundo”, revelou o CEO da PGI, Huw Daniel.

Nos EUA, 49% das mulheres empregadas, incluindo 42% das mulheres que trabalham e são mães, dizem que são as provedoras de suas famílias, de acordo com uma pesquisa conjunta da NBC News-Wall Street Journal. Enquanto a compra de joias de casamento feitas de platina continua alta, as mulheres estão cada vez mais tendo sua própria opinião. Hoje sabe-se que o envolvimento das noivas na escolha de suas joias de casamento aumentou 65% em 2011 e já estava em 70%, ano passado.

Mais de um terço dos consumidores também compraram joias para si próprias nos últimos 12 meses, de acordo com uma pesquisa feita pelo consumidor comissionada pela PGI em 2018. O mesmo acontece em outros grandes mercados, como a China e o Japão, onde as mulheres celebram sua independência nos vários aspectos de suas vidas, o que também se traduz em liberdade econômica. E quando elas escolhem suas joias, a maioria opta pela platina.

Com base na mais recente pesquisa Platinum Usage & Attitude da PGI, 60% das mulheres japonesas na faixa dos 40 anos compraram joias para si mesmas, e esse número subiu para mais de 70% para mulheres na faixa dos 50 anos. O recorde está na casa daquelas que têm entre 25 e 29 anos, onde 75,7% das mulheres costumam se presentear com peças de joalheria.

Refletindo o aumento da confiança entre o público feminino, o perfil de uma mulher moderna indica que ela não busca a força, mas sim deseja chegar a um poder  mais natural e sem forçar a barra”, observou a PGI. “As mulheres interessadas em joias desejam ser espiritualmente satisfeitas. Querem passar a imagem de elegante, madura e independente. E entre todos os materiais de joalharia, a platina hoje ressoa com esse perfil almejado por elas disse Hisako Hankinson, presidente da PGI Japan.

Na Índia, a platina se tornou um símbolo de amor e bênção para as filhas. As mudanças socioculturais na Índia, entretanto, vêm ganhando força, resultando em mulheres mais instruídas, que, por sua vez, são mais independentes financeiramente e motivadas. “Filhas de hoje estão tendo mais voz na sociedade. Elas questionam as normas tradicionais, pressionando as fronteiras de gênero e fazendo escolhas para construir uma sociedade mais progressista e igualitária. Eles acreditam em um amor que envolve, cuida e encoraja você a ser você mesmo”, disse Vaishali Banerjee, diretor da PGI Índia.

Com isso em mente, a PGI introduziu várias iniciativas para atender às necessidades específicas de cada mercado, incluindo a marca Platinum Born para mulheres profissionais e instruídas que compram joias para si mesmas a preços acessíveis; assim como a Platinum Moment Collection, que simboliza o amor próprio e o amor dos pais; e Platinum Evara, que celebra a autenticidade.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado