Lições para sobreviver à crise

O que podemos aprender com quem está acostumado a vencer as adversidades

Por Caroline Sanches

Os tempos não estão fáceis e é preciso aprender a lidar com as adversidades. Nada melhor do que conferir as estratégias de quem está habituado a conviver em situações extremas, caso da família Kilcher.

Vivendo no Alasca há mais de 80 anos, três gerações da família enfrentam as piores condições para a sobrevivência humana. A rotina deles é recheada de tempestades, nevascas e até incêndios em florestas.

Como fazem para lidar com esse dia a dia tão tumultuado e fora dos padrões? Vamos conferir as cinco regras que a família prioriza em sua estratégia de sobrevivência:

1. Nunca desista. Isso não significa que não seja preciso ajustar as velas ou modificar o curso. Mas quer dizer ficar de olho no prêmio. Outros o ajudarão se necessário. Se você permanecer focado e continuar, a recompensa valerá o sacrifício.

2. Espere o inesperado. Desastres acontecem mais cedo ou mais tarde e o melhor a fazer é não ignorar o perigo que ronda a realidade. Esteja sempre preparado para lidar com a vida como ela é.

3. Aprenda com os outros. Sempre há alguém que sabe mais sobre um assunto do que você e isso é ótimo.

4. Faça o que precisa ser feito. Mesmo sendo o dono do navio, se precisar, limpe os banheiros. Não se sinta humilhado por realizar tarefas consideradas pequenas. Tudo conta para sua sobrevivência.

5. Conheça seus pontos fortes e fracos. Se você não sabe, confie em alguém para ajudá-lo a saber quais são esses pontos. Aproveite seus pontos fortes e, da mesma forma, identifique onde você precisa melhorar e trabalhe duro para desenvolver essa área de seu conjunto de habilidades.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado