Normas técnicas e Design Estratégico

Engracia da Costa Llaberia, diretora de desing da AJESP e Ecio Morais, diretor do IBGM, conversam sobre a importância da representação gráfica no processo produtivo do setor joalheiro

Por Cláudia Santana

O setor joalheiro avança cada vez mais na trilha da profissionalização e da competitividade. Como o setor nasceu de maneira informal, se torna necessário criar normas técnicas para orientar toda a cadeia produtiva, do designer à indústria. Esse passo é fundamental para o desenvolvimento do setor, segundo Engracia da Costa Llaberia, diretora de desing da AJESP.

A especialista representa o IBGM junto a ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas -, e lidera um grupo de empresários, professores, designers e profissionais do setor que buscam desenvolver uma norma técnica para disciplinar a representação do desenho técnico. O objetivo é identificar e formalizar os parâmetros que orientam a elaboração de desenhos de joias no país.

“A norma técnica cria uma linguagem de consenso única para que as pessoas consigam se entender melhor. Torna mais fácil essa comunicação, inclusive com o mercado internacional”, explica Engracia. “A nossa preocupação é criar parâmetros para que os profissionais saibam o que é fundamental na apresentação de um projeto para a empresa”.

Confira no vídeo a entrevista completa e fique por dentro do projeto que contribuirá para o desenvolvimento do setor.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado