O que enxergamos é uma questão de Foco

Treine a sua mente para conquistar o sucesso

Por Aline Morandi

Foto: Freepik

Você sabia que o seu Cérebro pode ser treinado para capitar possibilidades? Quando repetimos algo por muito tempo, tendemos a ficar presos a um padrão, e isso acontece também com o nosso cérebro.

Todo mundo conhece alguém no trabalho que está preso a um padrão de pensamento ou de comportamento. Alguém que sempre encontra um motivo para reclamar. O chefe que se concentra só no que o funcionário faz de errado e não enxerga o que está sendo feito de bom, e no que ele esteja melhorando. O funcionário que sempre prevê um desastre na reunião, na apresentação, a colega que sempre critica todo mundo.

Mas isso acontece não porque estas pessoas estão tentando ser irritantes, mas sim porque o cérebro delas está apenas focado em encontrar elementos negativos no ambiente. É como se o cérebro da pessoa fosse treinado para isso. E ela passa a fazer isso o tempo todo.

Veja alguns exemplos práticos. Foram feitas pesquisas com auditores fiscais, que passam de 8 a 14 horas buscando erros, e ao fazerem isso, o cérebro deles se configura pra achar erros. Eles passam a viver uma vida como se estivessem auditando o tempo todo. Passam a só enxergar os defeitos da sua equipe, passam a só olhar os defeitos dos filhos, as notas baixas, vão em restaurantes e só vêm coisas ruins, a batata que não tá cozida, o suco que tá amargo. Eles passam tanto tempo auditando tudo, que isso se torna um padrão de vida.

Outro estudo foi feito também com advogados, que vivem muito disso. Este estudo concluiu, inclusive, que eles estão no grupo de quem têm mais chance de viverem um transtorno depressivo. Começa desde a faculdade de direito, onde eles são treinados a sempre argumentar, e a serem críticos e não tolerantes. Isso começa a ser tão presente , que sai da vida profissional deles e passa para a vida pessoal. Passam a identificar falhas a todo momento, em qualquer argumento e, a ver fraquezas em cada caso. Chegam em casa e passam a interrogar seus filhos. Começam a superestimar a importância e a permanência dos problemas que encontram.  

É muito fácil enxergarmos isso também quando vemos os profissionais do mercado de ações. Estes profissionais aplicam uma rigorosa análise de risco o tempo todo. E isso se torna tão comum na vida deles, que eles passam a ter uma atitude mental pessimista e identificando erros e falhas o tempo todo, onde quer que estejam, independente de ser o trabalho ou não.

Quer mais um exemplo? Pense agora em atletas, o quanto se tornam competitivos. Quantas vezes eles passam a agir competindo até mesmo quando estão em casa, ou num relacionamento ou até dirigindo por exemplo?

 

A questão é que, focar constantemente num padrão negativo implica num custo muito alto. Desgasta a nossa criatividade, eleva nosso stress e reduz nossa motivação e nossa capacidade de atingir metas.

Pense no nosso cérebro como um filtro de spam, que só permite que as informações mais pertinentes cheguem a nossa consciência. Os filtros só identificam o que estão programados para encontrar. Nós enxergamos o que procuramos e deixamos passar o resto.

Foi feito um estudo onde colocaram pessoas assistindo uma partida de basquete, e pediram a elas que contassem quantas cestas de 3 pontos determinado time tinha feito. Enquanto isso, pediram para uma pessoa se vestir de gorila e passar no meio da quadra. Ao final do estudo, ninguém tinha visto o gorila passando.

Como é possível isso? É como se ficássemos cegos, sem querermos ficar cegos. Nós não vemos o que está bem debaixo do nosso nariz, porque não estamos focados nele. Em resumo, nós tendemos a NÃO ver o que NÃO estamos procurando.

Agora feche os olhos e pense na cor vermelha. Quando abrir os olhos, você enxergará tudo que tem de vermelho no ambiente. O que aconteceu? Você apenas mudou o foco. Chamamos isso de efeito Tetris, e este efeito pode ser Positivo ou Negativo.

Os exemplos acima são resultados do efeito Tetris negativo, quando o cérebro está acostumado a um padrão de buscar coisas ruins e negativas. Quando você condiciona o seu cérebro ao efeito Tetris positivo, você passa a procurar elementos positivos, oportunidades e ideias que multipliquem suas chances de ter sucesso.

Quando fazemos isso, aumentamos mais nosso desempenho, melhor lidamos com o stress, e mais mantemos nosso nível de bem estar. Parece algo simples, mas pra quem não está habituado, não é.

Quando estamos munidos de positividade, o nosso cérebro se mantém aberto as possibilidades. O seu sucesso profissional se baseia na sua capacidade de identificar e capitalizar as oportunidades. Isso se chama Codificação Preditiva, que é quando nos predispomos a encontrar um resultado favorável, e isso codifica o nosso cérebro a reconhecer este resultado quando ele surgir. Isso muda completamente a forma como você enxerga seu ambiente de trabalho, sua casa, etc.

O segredo não é impedir completamente a percepção do negativo o tempo todo, mas sim cultivar um senso de otimismo razoável, realista e saudável. Atitude mental positiva não é se descuidar dos riscos, mas sim priorizar o positivo. É parar de andar por aí com uma nuvem negra pairando na sua cabeça. É abrir a cabeça a novas oportunidades, que nos ajudarão a ser mais produtivos, eficazes e bem-sucedidos no trabalho e na vida. É enxergar que a vida pode ser mais e que onde você põe o seu foco, pode fazer toda a diferença para você atingir o sucesso.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado