Como estabelecer a presença da sua loja no YouTube

Canal ganha cada vez mais popularidade e deve fazer parte da sua estratégia de marketing das joalherias

Débora Rodrigues

A popularidade da plataforma de vídeo mais poderosa da internet entre a Gen Z e a geração do milênio elevou o YouTube ao queridinho diante  de todos os outros sites de mídia social e até mesmo de serviços de streaming como Netflix, Amazon Prime e até mesmo TV.

Em 2018, a rede social tinha 1,8 bilhão de usuários ativos mensais. Isso é mais do que o Gmail (que tem cerca de 1,4 bilhão de usuários ativos) e fica logo atrás do Facebook, a maior rede social do mundo, com 2,2 bilhões de usuários ativos.

Para os jovens e adultos jovens, o streaming de vídeo é valioso. Assistem a mais de um bilhão de horas de vídeos do YouTube por dia. E, de acordo com um estudo recente da consultoria comScore, o público tem cerca de dez vezes mais chances de envolver, incorporar, compartilhar e comentar conteúdo em vídeo do que em fotos estáticas e outros tipos de postagens sociais.

As grandes marcas de consumo sabem disso e  61 das cem principais marcas agora incorporam vídeos do YouTube em seus sites, de acordo com a consultoria. As principais joalherias e marcas de relógios, como a Tiffany & Co., a Cartier e a Rolex, têm presença na plataforma, a maioria exibindo vídeos que também são reutilizados como anúncios publicitários em outros locais.

O YouTube é uma ferramenta bastante igualitária. Marcas de pequeno porte e varejistas têm ampla oportunidade de captar audiências por meio da publicação de conteúdo útil, compartilhável e / ou hiperlocal. Isso é porque o YouTube não é o Instagram; os usuários geralmente não visitam a plataforma apenas por visuais bonitos – eles estão procurando aprender, verificar e descobrir por meio dos vídeos.

E quem quer se aventurar a ter seu canal não precisa ter uma câmera profissional ou configuração de produção para produzir um ótimo conteúdo. Você pode usar um iPhone e aplicativos para criar vídeos muito legais: how-tos, conteúdo de bastidores, vídeos que mostram parcerias com influenciadores. Todos esses tipos de conteúdo de baixo custo podem fornecer resultados mensuráveis. Você pode realmente estabelecer a personalidade da sua marca e criar confiança e reconhecimento no YouTube.

O YouTube é o segundo maior mecanismo de busca da internet e pertence ao maior mecanismo de busca da web, o Google. Assim, as marcas e varejistas que postam regularmente na rede social têm uma classificação mais alta nas consultas de pesquisa nos dois mecanismos.

Uma maneira de criar conteúdo que gera visualizações é criar vídeos que respondam a perguntas populares – por exemplo, “como limpar seu anel de noivado” ou “como medir o tamanho de seu dedo sem um anel regulador”. Vídeos que respondem a perguntas comuns e são rotulados e marcados adequadamente para pesquisas têm a garantia de serem encontrados pelos usuários.

E você pode comprar anúncios. Se vende anéis de noivado para pessoas com orçamento limitado e criou vídeos com destaque para seus produtos, por exemplo, vai ao YouTube e pesquisará “anéis de noivado com orçamento limitado”. Ali, verá que os principais vídeos na página 1 têm de dez a cem mil visualizações. Você pode comprar anúncios para seu vídeo por um preço razoável e classificar melhor seu conteúdo.

As chances de essas visualizações pagas se converterem em vendas são pequenas, mas agora você conseguiu 20 mil visualizações, o que significa que o YouTube recompensará seu vídeo com melhores classificações de pesquisa. Quando os usuários pesquisam “anéis de noivado com orçamento limitado”, seu vídeo é exibido e você começa a acumular visualizações orgânicas em um clipe mais rápido.

Mas lembre-se de que nada disso funciona se você não tiver marcado seu conteúdo adequadamente para a otimização de mecanismos de pesquisa.  É importante identificar as palavras-chave que você deseja segmentar e usá-las no título do seu vídeo. Em seguida, repita essas palavras no texto e no roteiro. Você verá que sua classificação aumenta e você terá mais visualizações se fizer essas coisas todas às vezes.

E seu canal do YouTube nunca deve ser uma página autônoma. Em vez disso, certifique-se de que o conteúdo que você publica na plataforma esteja vinculado de várias maneiras a seus outros sites sociais. Outra vantagem é que o canal permite conteúdos mais longos. Para empresas que procuram explicar seus produtos ou serviços, ter versões completas de vídeos mais longos no YouTube é ótimo. E você ainda pode promover esse conteúdo em outros canais, criar uma versão mais curta do vídeo para postar no Facebook ou no Instagram, com links para o vídeo mais longo.

Esse fluxo livre também se aplica a possíveis parcerias com outras marcas, influenciadores e criadores de conteúdo em busca de potencial para seu feed do YouTube. Uma ótima maneira de encontrar seguidores no YouTube é encontrar esses influenciadores de nicho em sua área e construir relacionamentos com eles. Essas pessoas têm a capacidade de produzir vídeos de alta qualidade e buscam expandir o portfólio de marcas com as quais trabalham.

Quer se inspirar em alguns canais de joias do YouTube?

Bulgari

A Bulgari aposta em vídeos criativos e atraentes. Os conteúdos mais populares incluem um documentário de quatro minutos sobre a história da Bulgari, uma belíssima animação sobre itens de férias de presente e uma ode ao aniversário dos icónicos desenhos Tubogas.

https://www.youtube.com/user/Bulgari

Cartier

A gigante não mostra apenas suas joias, mas traz entrevistas diversas com player do setor joalheiro. E claro, não faltam as propagandas publicitárias e vídeos diversos para entreter o consumidor mais exigente.

https://www.youtube.com/channel/UCu16y62LPCwTknfV5_7Zalg

Tiffany & Co.

O canal é um tesouro repleto de vídeos da Tiffany Blue, trazendo suas coleções através da arte do curta-metragem. Seus clipes incluem entrevistas com influenciadores e formadores de opinião: Grace Coddington da Vogue e Lady Gaga, por exemplo, e jovens e legais que fazem sucesso entre as diversas gerações  (a dançarina Fik-Shun e a atriz Zoë Kravitz).

https://www.youtube.com/user/OfficialTiffanyAndCo

Hublot,

No mercado de relógios de luxo, a Hublot, mantém um feed envolvente que documenta as parcerias da marca, particularmente suas aventuras como patrocinadora da entidade que controla o futebol, a FIFA. Os vídeos incluem revelações de relógios, clipes dos bastidores da Baselworld e da Copa do Mundo, e entrevistas rápidas com atletas de classe mundial.

https://www.youtube.com/user/hublotTV

 

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado