Liderança flexível: saiba mais sobre esse modelo de gestão

Líderes que se adaptam rapidamente às mudanças tendem a ter resultados melhores

Por Renato Rinco

Os líderes do novo século tendem a ser mais flexíveis, isto porque o mercado está em constante mudança. Já não há mais tanto espaço para aqueles gestores considerados binários, que não abrem espaço para diálogo e que acreditam que as únicas respostas existentes dentro da empresa são o sim ou o não. Para encarar a nova década é preciso estar aberto a todas as variáveis que existem entre esses dois polos.

A liderança binária dominou o mundo corporativo no século passado, inspirada no estilo de comandar dos líderes que atuam nas sucessivas guerras mundiais. Esse conceito fazia sentido num mundo que respirava a polarização da chamada Guerra Fria, onde os Estados Unidos representavam o capitalismo e a União Soviética representava a parte socialista do mundo. Todos esses líderes aprenderam que só possuíam dois lados, e que os mesmo não poderiam ser misturados.

O que acontece hoje é que esse conceito ficou desatualizado. Cada vez mais a mistura de mercados aparecem presentes. Não existe hoje, por exemplo, um conceito de loja que seja apenas física, é necessário o envolvimento com o mercado digital para alcançar o público alvo dos produtos. Uma loja que não utilize cartões de crédito então nem se fala, perderá inúmeras vendas devido ao atraso no pensamento sobre o comércio.

É importante que com o passar dos anos, os gestores e líderes de empresas se atualizem e reflitam sobre o jeito que estão acostumados a comandar os negócios e as equipes. Pesquisar sobre o mercado e saber como lidar com gente, são essenciais hoje em dia. É preciso estar atento às mudanças que cercam o tempo presente, seja nos relacionamentos, ou com as novas tecnologias de mercado.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado