Por que venda de diamantes feitos em laboratório está aumentando?

Preço é apenas um dos motivos. Até guerra na Ucrânia contribui para tendência

Por Parija Kavilanz*

Diamante pedra foto criado por Racool_studio – br.freepik.com

É primavera no hemisfério Norte, época de alta nos pedidos de casamento e noivados. Esse aumento também tem se refletido nas vendas de diamantes feitos em laboratórios.
Apesar de nem todos saberem, os diamantes feitos pelo homem parecem os mesmos que os naturais. A única diferença perceptível é o preço. “O resultado é realmente impressionante”, disse Edahn Golan, analista independente da indústria de diamantes.
Segundo ele, os dados de março mostraram que o número de anéis de noivado vendidos com diamantes manufaturados aumentou 63% em relação ao ano passado, enquanto o número de anéis de noivado vendidos com diamante natural diminuiu 25% no mesmo período.

Voltando em mais um mês, até fevereiro, os dados mostraram que o número de anéis vendidos com diamantes de laboratório naquele mês aumentou para 80% em comparação com o ano anterior, enquanto o número caiu 13% para anéis de noivado de diamante natural. “O grande medo na indústria de diamantes naturais é que os consumidores comecem a aceitar diamantes cultivados em laboratório em anéis de noivado”, disse ele. Tarde demais. “Está realmente acontecendo”.

A maré está mudando

Por que os consumidores estão migrando para diamantes artificiais? O custo é a razão mais óbvia. O preço médio de varejo do diamante artificial redondo de um quilate mais popular para um anel de noivado em março foi de US$ 2.318, disse Golan. “Isso é substancialmente menos – até 73% mais barato – do que um diamante natural do mesmo tamanho, lapidação e clareza que o diamante artificial, que custaria US$ 8.740”. Além disso, o custo mais baixo permite que os casais comprem uma pedra maior. “Um diamante de laboratório é um diamante real, mas talvez tenha levado algumas semanas para ser feito”, disse Golan. “Os diamantes naturais foram formados ao longo de 800 milhões a três bilhões de anos e não há um suprimento infinito deles”.

Isso torna os diamantes naturais um pouco mais caros, e os preços provavelmente aumentarão, já que a invasão da Ucrânia pela Rússia apertou a cadeia de fornecimento de diamantes naturais brutos.

As sanções visam diretamente a Alrosa, de propriedade parcial do governo russo, que o governo dos EUA identificou como a maior empresa de mineração de diamantes do mundo, respondendo por 28% da produção global de diamantes.
Os diamantes artificiais também estão se tornando populares à medida que os consumidores estão mais conscientes e educados sobre eles, disse Dan Moran, especialista em diamantes de terceira geração e proprietário da joalheria Concierge Diamonds, com sede em Los Angeles, nos Estados Unidos. Segundo ele, o comprador típico de diamantes artificiais tem normalmente menos de 40 anos e muito preocupado com o orçamento.

Os diamantes extraídos têm uma história controversa que está ligada ao uso de trabalho infantil em algumas minas de diamantes africanas, bem como à venda de “diamantes de conflito” comercializados ilegalmente que financiam conflitos em áreas devastadas pela guerra.

Entre os millennials e a geração Z, sua mentalidade ecologicamente consciente e preocupações éticas sobre o fornecimento de diamantes naturais é outro fator que influencia sua preferência por anéis de noivado não tradicionais, de acordo com um relatório do site de planejamento de casamentos The Knot.

Pequena, mas crescente participação do mercado de diamantes

Embora sua fatia esteja crescendo, a participação no mercado de diamantes artificiais permanece relativamente pequena. Atualmente, cerca de 7% do mercado de joias com diamantes especiais é representado por diamantes artificiais, acima dos 3% em 2020, disse Golan.

Alguns grandes varejistas de joias estão impulsionando o esforço para levar os diamantes artificiais ao grande mercado. Em 2021, a maior joalheria do mundo, Pandora, fez uma grande mudança ao anunciar que deixaria de usar diamantes extraídos e trocaria por diamantes criados em laboratório em suas joias.

Pandora disse que está instituindo a mudança como parte de um esforço para vender joias sustentáveis, e também porque os consumidores estão cada vez mais pedindo por isso.
Signet a maior joalheria dos Estados Unidos (dona das cadeias Zales, Kay Jewelers e Jared) chamou a atenção para a popularidade das joias com diamantes de laboratório em sua teleconferência de resultados de março com analistas.

Chamando-a de “categoria de rápido crescimento” em seu portfólio de joias, a CEO da Signet, Virginia Drosos, disse a analistas que os diamantes criados em laboratório estão entre as grandes tendências de joias que ela espera este ano.

A empresa disse que expandiu sua seleção de joias de noiva feitas pelo homem em suas lojas Zales e Kay Jewelers em resposta ao aumento da demanda.

A marca de joias finas Charles e Colvard, que fabrica diamantes criados em laboratório, disse que os consumidores não querem apenas ficar bem com as joias que estão usando, mas também se sentir bem com isso. “À medida que cresce o impulso para o consumismo consciente, o aumento de diamantes cultivados em laboratório não é surpreendente”, disse Don O’Connell, presidente e CEO da Charles & Colvard. “[Os consumidores] querem saber a origem de suas pedras e ter certeza de que estão livres de conflitos. Eles estão adotando a opção de comprar uma joia fina que se alinha com seus valores”.

A marca de diamantes cultivados em laboratório VRAI disse que a pandemia também despertou atenção e ação em relação a questões sociais e ambientais. Ele disse que os consumidores estão sendo mais atenciosos e reavaliando seus hábitos de compra, bem como as empresas e indústrias que estão apoiando.

Há, no entanto, uma consideração importante para quem compra diamantes criados em laboratório: os diamantes artificiais têm pouco valor de revenda. Portanto, embora você não consiga distinguir um diamante natural de uma variedade feita em laboratório, alguém com um olho treinado pode, disse Golan. Uma vez que uma pedra é identificada como um diamante de laboratório, mesmo que você pague muito menos por ela, você também não receberá muito por ela.

Mas o valor de um anel não é apenas monetário. “Como profissional da indústria, as pessoas me perguntam o tempo todo o que eu penso sobre um anel que elas têm”, disse Moran, da Concierge Jewelers. “Eu sempre digo, se você ama, fique feliz com isso. Um anel de noivado é um símbolo de compromisso e amor duradouro”.

*Por Parija Kavilanz  para CNN Business. Versão original em inglês aqui.

Não existem comentários ainda

Comentar

Seu email não será publicado